O PRIMEIRO GOLE DE LIMONADA2018-05-15T11:15:48+00:00

O PRIMEIRO GOLE DE LIMONADA

Quando as nossas narinas sentem a acidez do limão os nossos olhos fecham-se, uma frescura invade a nossa garganta e um sorriso de prazer revela os nossos dentes. Quando está calor, o primeiro pingo de chuva cai na bochecha e começamos a contar todas as gotas seguintes! Os pequenos nadas que são os grandes todos. O que é que é aquela coisa, invisível mas visível que muda tudo nas nossas vidas? Uma proposta criativa entre sentimentos e emoções, apresentada por jovens artistas de várias linguagens artísticas que, de forma direta, com o público querem levar a considerar que o maior tesouro é invisível aos olhos e pode fugir-nos: a felicidade.
A tentativa completamente impossível (divertidamente falhada à partida) de encontrar uma definição!
A experiência artística aqui é associada a algo que, a partir da realidade, a transcende, habitando um mundo real com ações imaginárias. A opção é extremamente visual, ligando o teatro à dança, sempre ritmado pela música que exacerba as emoções.
A exploração da verosimilhança é contrastada pelas performances dos atores, bailarina e músico, completamente poética, coreografada, com parte improvisada e de proximidade com o público.
O texto falado quer-se o mais próximo possível dos próprios intérpretes, indo buscar as memórias e momentos felizes das suas histórias de vida.

Espetáculo multidisciplinar / 40 min / para todos

Cátia Santos, Rafael Araújo, Mike Mortágua e André Estrela_ intérpretes e co-criação
Léa López _ ideia original, encenação e produção
Jéssica Pires_ produção
Produção MUDA’TE Companhia de Artes Performativas da Jobra
Co-produção: Município de Albergaria-Velha- Cineteatro Alba
PDF BROCHURA
FOTOS