Home  > Historial
Historial
Missão
Instalações e Recursos
Projeto Educativo
Regulamento Interno
Órgãos Sociais da Jobra
Órgãos de Direção e Coordenação do CMJ
Tabela de preços em vigor
Flexibilidade curricular

 
CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DA JOBRA
 
O Conservatório de Música da Jobra (CMJ) foi fundado a 3 de outubro de 1986 por Filipe Marques, atual Diretor Geral do CMJ e Presidente da Direção da Jobra. Nasceu como Escola Particular de Ensino Livre, tendo como missão a sensibilização para a música através da prática de um instrumento, assim como a divulgação e o desenvolvimento do ensino artístico, da cultura e recreio de toda a população, em especial dos jovens.

No dia 3 de agosto de 1994, o CMJ foi reconhecido como Escola de Ensino Artístico Especializado, podendo ministrar os cursos básicos de Piano e Viola Dedilhada. No ano seguinte, foram introduzidos os cursos de Flauta Transversal, Clarinete e, posteriormente, os cursos de Violino, Saxofone, Flauta de Bisel, Trompete e Percussão.

Porém, uma vez mais, o CMJ deu provas de qualidade, organização e dinamismo, vindo-lhe a ser atribuída autorização definitiva de funcionamento em 20 de julho de 1999 pela Direção Regional de Educação do Centro (DREC).

No ano letivo 2006/2007, o Conservatório abriu o curso básico oficial da Dança, reconhecido pela DREC, sendo a única escola a ministrar este curso no distrito de Aveiro, transformando-se numa verdadeira escola artística. Paralelamente, começou a ministrar o Curso Livre de Danças de Salão.

Continuando o seu desenvolvimento, no ano letivo de 2007/2008, abriu cursos em regime livre: Pintura, Teatro e Hip Hop, apostando numa maior abrangência artística e estética. Criou também um espaço destinado às inúmeras bandas de garagem existentes na nossa região, com uma disciplina chamada Garage Band.   

O CMJ tem a convicção e a certeza da importância do ensino artístico na formação do indivíduo e por isso estruturou o curso de Música de forma a estar presente em todas as etapas da sua vida, com a criação da disciplina Música para Bebés e da Pré-iniciação, oferecendo aos alunos um ensino de qualidade desde dos três meses de idade até à entrada para o Ensino Superior.

No ano letivo de 2008/2009, o CMJ apresentou várias novidades, com especial destaque para a abertura de dois Cursos Profissionais, de Nível IV (10º, 11º e 12º ano): Instrumentista de Sopro e de Percussão e Artes do Espetáculo – Interpretação, homologados pela DREC e com a possibilidade de encaminhar os alunos para o Ensino Superior.

Paralelamente, dá-se a abertura do Curso de Música Pop Rock e Jazz, um projeto inédito a nível nacional, e que apresenta como principais objetivos a promoção da formação artística, a dinamização da vida artística da região e o acesso ao ensino superior, na área do Jazz, no Porto, Lisboa e Évora. O projeto de Musicoterapia foi outra novidade e permitiu que crianças com espectro do autismo, síndrome de Down, anomalias congénitas, entre outros, pudessem usufruir de uma intervenção adequada às suas necessidades.   

Em 2009/2010 abrem dois novos Cursos Profissionais de Nível IV: Intérprete de Dança Contemporânea e Instrumentista de Cordas e de Tecla. 

Em 2010 CMJ propõem à ANQEP a criação do Curso Profissional de Instrumentista de Jazz.

Em 2010/2011 abre o primeiro Curso Profissional de Nível IV (10.º, 11.º e 12.º ano) de Instrumentista de Jazz, curso pioneiro a nível nacional.

Com métodos e professores qualificados, o Conservatório de Música da Jobra aposta num ensino de inovação, exigência e qualidade, dispondo de excelentes instalações pensadas originalmente para este tipo de ensino tão específico.

Atualmente o CMJ conta com uma oferta formativa rica distribuída por três áreas artísticas, Música, Dança e Teatro e por três tipologias de Ensino: Artístico Especializado, Profissional e Livre.




voltar


D S T Q Q S S
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Ementa Sabor&Arte

EN